O empreendedorismo social surgiu como uma questão contemporânea no campo social, uma vez que muitos esforços de assistência pública e privada não conseguiram atender às necessidades sociais e resolver problemas de caráter social, incluindo pobreza, desemprego e educação.

A capacidade de comunicar de forma eficaz é uma das características mais importantes na criação e gestão de um meio de comunicação comunitário, para os jovens criadores de media e empreendedores sociais. Na verdade, quando comunicamos, as palavras representam apenas 7% da mensagem que queremos transmitir.

Os media (meios de comunicação social) desempenham um papel importante no contexto do empreendedorismo social. Através de diferentes formatos de media – como televisão, rádio, jornais, revistas, livros, cinema, jogos de vídeo, música e internet – os empreendedores sociais podem divulgar os seus projetos sociais e alcançar um crescimento sustentável com consciência, aceitação social e participação.

O empreendedorismo social emergiu como uma questão contemporânea no campo social, uma vez que muitos esforços governamentais e assistencialistas não conseguiram satisfazer as necessidades sociais e resolver os problemas sociais, como a pobreza, o desemprego, a educação, entre outros.

Uma comunidade consiste num grupo de pessoas que vivem ou trabalham juntas no mesmo local. Podem frequentar as mesmas escolas, comprar nas mesmas lojas ou fazer as mesmas coisas. Também se ajudam e resolvem os problemas juntos.

De um modo simplificado, é a capacidade de olhar para as coisas de um modo diferente. A criatividade permite que tenha consciência de quais os desafios, soluções e ideias a partir de múltiplos pontos de vista, perspetivas ou mentalidades.

A comunicação impressa pode ser encontrada em diversas formas, desde folhetos, boletins informativos e cartazes a revistas e jornais. Outras formas de comunicação impressa, como panfletos, mailing direto, banners, folhetos, press releases e outdoors, são menos populares, mas também são usadas por profissionais do setor.

As estações comunitárias de rádio e televisão cobrem geralmente pequenas áreas geográficas e operam numa base não comercial. Estas estações podem servir comunidades inteiras ou várias áreas de interesse, como um grupo étnico, uma faixa etária ou um grupo de interesse, pelo que refletem uma mistura diversificada de culturas e interesses.

A produção de conteúdos informativos e comunicativos orientados para a sociedade digital e a gestão de canais de comunicação na World Wide Web são absolutamente necessários para o processo atual de produção de media. Assim sendo, a capacidade de produzir conteúdos informativos e comunicativos direcionados para a sociedade digital afigura-se muito importante no contexto dos media comunitários.